21 de junho de 2015

OBA + Ouvir o Rio: uma Escultura Sonora

OBA + Ouvir o Rio: uma Escultura Sonora

Em tempos de crise hídrica, o evento propõe uma reflexão sobre o uso da água em uma apresentação especial à plateia externa do Auditório Ibirapuera – Oscar Niemeyer, com espetáculo da Orquestra Brasileira do Auditório (OBA), seguido da exibição do documentário Ouvir o Rio – uma Escultura Sonora de Cildo Meireles, com direção de Marcela Lordy.

Em seu repertório, a OBA apresenta obras como “Ninho de Vespa” (Dori Caymmi e Paulo Cesar Pinheiro), “Naquele Tempo” (Pixinguinha e Benedito Lacerda) e “Modinha” (Tom Jobim e Vinicius de Moraes), com arranjos de Edson José Alves, que rege o concerto com Nailor Azevedo “Proveta”.

Em seguida, o público assiste a Ouvir o Rio, filme de Marcela Lordy que mostra o processo de criação da instalação sonora Rio Oir, de Cildo Meireles. A instalação, que foi montada em 2011 no Ocupação Itaú Cultural, é composta dos sons das principais bacias hidrográficas brasileiras. O produto final do projeto de Cildo, um vinil, traz esse ruído das águas de um lado e uma sequência de risadas do outro. O resultado brinca com o título e forma duas “composições” contrastantes e inesperadas.

Nascida na Escola do Auditório Ibirapuera, a OBA é uma orquestra-escola na qual os alunos aprendem a tocar músicas de diversas épocas, estilos e regiões do país. A OBA parte de uma formação tradicional de banda sinfônica, mas agrega o regional dos grupos de choro, as percussões e a dupla baixo e bateria. O resultado é uma orquestra versátil.

Marcela Lordy nasceu e mora em São Paulo (SP). Graduada em cinema pela Fundação Armando Alvares Penteado (Faap), estudou direção de atores na Escola Internacional de Cinema e Televisão (EICTV), em Cuba, e começou a desenvolver projetos autorais. Além de Ouvir o Rio – uma Escultura Sonora de Cildo Meireles, dirigiu os filmes Sonhos de Lulu (2010), A Musa Impassível (2010) e Aluga-se (2012). Para a televisão, dirigiu cinco episódios da série infantojuvenil Julie e os Fantasmas e quatro episódios da Passionais.brasileiras.

 

  • Dia:

    21 de junho de 2015

  • Horários:

    às 18h

  • Duração:

    90 min (aproximadamente)

  • Ingressos:

    gratuito [plateia externa]

  • Classificação Indicativa:

    livre para todos os públicos

  • bilheteria

2019 Auditório Ibirapuera - Alguns direitos reservados