sexta 11 de agosto de 2017

Isca de Polícia

Isca de Polícia

Foto: Gal Oppido

Um grande encontro musical, que vai reunir no palco do Auditório Ibirapuera novos e antigos amigos e parceiros musicais. É nesse clima de confraternização que a Isca de Polícia faz o show do álbum Isca-Volume 1, primeiro trabalho autoral da banda após a morte de seu criador, Itamar Assumpção (1949-2003). A apresentação conta ainda com a participação de Arrigo Barnabé, Liniker, Tulipa Ruiz e Os Amanticidas (estes farão a abertura do espetáculo).

Para este show, a Isca será formada por Jean Trad (guitarra), Marco da Costa (bateria), Paulo Lepetit (baixo), Suzana Salles (voz) e Vange Milliet (voz). No repertório, além das músicas do novo disco – a maioria em parceria com grandes compositores brasileiros, como Arnaldo Antunes, Alice Ruiz, Zeca Baleiro e Carlos Rennó, e outras compostas especialmente para esse trabalho por Tom Zé e Péricles Cavalcanti –, o grupo mostra ainda clássicos de Itamar Assumpção.

Segundo Paulo Lepetit, baixista e atual diretor musical da banda, a Isca de Polícia seguiu tocando e se apresentando Brasil afora após a partida de Itamar Assumpção (que a criou, em 1981, para acompanhá-lo em shows e gravações de discos). “Até que em 2012, na Calourada USP, uma festa universitária que reuniu cerca de 5 mil jovens, percebemos o interesse da nova geração pela nossa ‘nova’ música de vanguarda, que vem sendo redescoberta”, explica Paulo. “Esse público questionava inclusive a respeito de um trabalho próprio da banda. ”

O baixista conta que, a partir daí, ele e os demais integrantes da Isca saíram convidando amigos, parceiros musicais, artistas admiradores confessos da banda e outros admirados por ela para participar da gravação do primeiro CD autoral do grupo. E as respostas aos convites feitos, segundo ele, não demoraram a chegar. “O Arnaldo Antunes, por exemplo, respondeu cerca de dois dias depois que recebeu o convite e enviou três músicas para eu escolher”, conta Paulo. “Duas delas acabaram entrando nesse Volume 1” [ as canções “Xis” e “Dentro e Fora”], diz. “Foi assim também com o Arrigo Barnabé, o Ortinho, a Alice Ruiz, entre outros artistas convidados. ”

Paulo Lepetit acrescenta que a quantidade de material recebido pela Isca dos ilustres parceiros foi tão grande que gerou um segundo disco, com previsão de lançamento já para o ano que vem. “Algumas músicas acabaram ficando para o Isca-Volume 2, que está em processo de produção e mixagem”, conta o baixista. “A Isca de Polícia está hoje aqui com os genes de Itamar Assumpção bem preservados no seu corpo musical, mas produzindo um novo ciclo. Autoral e de vanguarda. Todo esse reconhecimento ao nosso trabalho é muito gratificante.”

 

Compre aqui o seu ingresso.

 

 

  • Dia:

    sexta 11 de agosto de 2017

  • Horários:

    às 21h

  • Duração:

    80 minutos (aproximadamente)

  • Ingressos:

    R$ 20 e R$ 10 (meia-entrada)

  • Classificação Indicativa:

    livre para todos os públicos

  • bilheteria

2017 Auditório Ibirapuera - Alguns direitos reservados