sábado 12 de agosto de 2017

Luiza Lian

Luiza Lian

Foto: Bruno Moya

A cantora e compositora Luiza Lian sobe ao palco do Auditório Ibirapuera, acompanhada pelo produtor e músico Charles Tixier (MPC e teclados), com o espetáculo Oyá Tempo, homônimo ao seu mais recente trabalho, lançado em março deste ano. A apresentação conta ainda com a participação especial da atriz e MC Roberta Estrela D’Alva e da cantora Nina Oliveira.

Por meio de uma performance que engloba cenário, figurino e projeções, concebida com as artistas visuais Sonia Costa e Bianca Turner, Luiza propõe um mergulho no tempo etéreo da entidade afro-brasileira Oyá Tempo, apresentando as canções e as poesias do seu álbum visual – que, além de composições inéditas, traz um filme de média-metragem e um site.

“Este trabalho veio da junção das minhas poesias, que traziam uma reflexão abstrata, mas também, em alguma medida, sobre a espiritualidade, com esses cantos de caboclo e orixá que eu mesma fiz e que foram revestidos com essa roupagem eletrônica do Charles”, explica Luiza Lian. “Acaba sendo muito guiado por essa dimensão espiritual mesmo, no sentido de um olhar sobre o mistério.”

A respeito das participações de Nina Oliveira e Roberta Estrela D’Alva no espetáculo, Luiza conta que as convidou para que participassem com ela dessa experiência de instalação e performance. “Eu convidei duas mulheres que admiro e confio”, diz a artista. “A Roberta vai cantar e recitar algumas poesias dela. Eu sinto que ela tem tanto essa coisa do spoken word quanto da espiritualidade muito forte”, diz. “A Nina participa do filme e acabou compondo uma música que entrou nele. São gerações diferentes que vão se encontrar ali.”

Luiza Lian acrescenta ainda que a apresentação no Auditório Ibirapuera vai contar com a maior instalação já feita para Oyá Tempo. “Gosto de chamar este espetáculo de ‘show-vídeo-instalação visual’ ”, fala Luiza. “O meu trabalho já traz uma característica visual nas composições, nas letras. Eu tenho essa maneira de olhar o mundo mesmo”, diz. “Nas outras apresentações, foi tudo muito mais intimista. Desta vez, Oyá Tempo será apresentado em grandes proporções.”

Compre aqui o seu ingresso.

 

  • Dia:

    sábado 12 de agosto de 2017

  • Horários:

    às 21h

  • Duração:

    70 minutos (aproximadamente)

  • Ingressos:

    R$ 20 e R$ 10 (meia-entrada)

  • Classificação Indicativa:

    livre para todos os públicos

  • bilheteria

2017 Auditório Ibirapuera - Alguns direitos reservados