sábado 29 de setembro de 2018

Violab | INGRESSOS ESGOTADOS

Violab | INGRESSOS ESGOTADOS

Foto: Pedro Dimitrow, Angelo Pastorello e Alexandre Vicentini

O Violab, projeto musical voltado para o violão e a música instrumental e que reúne alguns dos maiores expoentes do instrumento no país, sobe ao palco para fazer o show de lançamento de seu primeiro disco autoral e homônimo, em apresentação que conta com a participação de Yamandu Costa, Ulisses Rocha, Paulo Bellinati, Badi Assad, Marco Pereira, Douglas Lora e Alessandro Penezzi.

O repertório do espetáculo é formado por composições próprias dos artistas e de obras consagradas, como “Bananeira”, “Lamento Sertanejo”, “Noites Cariocas” e “Sempre que Posso”, que serão apresentadas pelos violonistas em diferentes formações.

“Basicamente, o programa do show é o mesmo do disco”, conta Ulisses Rocha. “Ele foi escolhido a partir do desejo dos instrumentistas. Cada um deu uma sugestão e fomos nos adequando às ideias”, diz. “Neste show, assim como no disco, todos tocam com o objetivo comum de fazer o violão aparecer mais”.

O projeto Violab, idealizado pelo empresário de comunicação Alexandre Gama, foi criado em 2014 para promover a arte de tocar violão e colocar o instrumento em outro patamar de visibilidade, com ações e produtos que o enalteçam, assim como aos seus representantes, e atinjam cada vez mais pessoas, Brasil afora.

“O Violab é uma iniciativa única porque traz a criatividade planejada da comunicação para o universo da música”, fala Alexandre. “De forma mais ampla, é uma plataforma de conteúdo musical e artístico que busca trazer uma nova audiência para o violão. Respeito a tradição da nossa música, mas temos que olhar para a frente e incorporar o novo também. Essa, aliás, é a razão de ser do ‘lab’ na marca. Violab é experimentação, inovação e ousadia na música.”

A concepção visual do show incorpora projeções de vídeo, fotografia, elementos de videoarte e interferência cênica da dança moderna. A ideia é mesclar a música a outras artes, gerando uma experiência visual/sonora criativa e inédita para a música do instrumento.

  • Dia:

    sábado 29 de setembro de 2018

  • Horários:

    às 21h | Abertura da casa: 90 minutos antes do espetáculo

  • Duração:

    90 minutos (aproximadamente)

  • Ingressos:

    R$ 30 e R$ 15 (meia-entrada) | INGRESSOS ESGOTADOS

  • Classificação Indicativa:

    livre para todos os públicos

  • bilheteria

2018 Auditório Ibirapuera - Alguns direitos reservados