O que comer quando se tem problemas nos rins?

Perguntado por: aferrari8 . Última atualização: 22 de fevereiro de 2023
4.9 / 5 20 votos

De acordo com a Fundação Pró-Rim, verduras, legumes, grãos integrais, carne, peixe, frango e ovos estão na lista dos alimentos que ajudam a preservar os rins. Além de uma alimentação saudável, a ingestão de líquidos — em especial a água — ajuda os rins a trabalhar melhor.

Com algumas medidas simples é possível cuidar bem dos rins

  1. Diminua o consumo de sal nos alimentos. ...
  2. Beba bastante água, mantenha uma alimentação saudável e pratique exercícios físicos com regularidade.
  3. Não fume e mantenha um peso adequado.
  4. Meça a sua pressão arterial.
  5. Cuidado na hora de utilizar algum medicamento.

Água, chá de salsa e suco de limão são algumas opções naturais para fazer limpeza dos rins. Confira a lista completa!

  1. Hidratação é fundamental.
  2. Chá de salsa.
  3. Uvas.
  4. Suco de limão, laranja e melão.
  5. Algas marinhas.
  6. Alimentos ricos em cálcio.
  7. Chá de hortênsia (Hydrangea paniculata)
  8. Chá de Sambong (Blumea balsamifera)

Sódio – presente em alimentos ultraprocessados, como embutidos, enlatados, refrigerantes, salgadinhos, biscoitos recheados e outras guloseimas. Estes, aliás, são os alimentos que prejudicam os rins de forma mais severa. Prefira produtos frescos e habitue-se a cozinhar sem ou usando muito pouco sal.

“Como em alguns casos a função renal está severamente prejudicada, o consumo de proteínas deve ser controlado. Alimentos como ovo, feijão, grão-de-bico, lentilha e carnes magras, como o frango e a tilápia, devem ser as principais fontes de proteína do paciente renal”, explica o médico.

Algo que pode ajudar a fazer isso é incorporar o suco para limpar os rins na rotina. A preparação conta com ingredientes como salsinha, abacaxi e gengibre. Além disso, você vai necessitar de água e de maçã, fruta que aparece para deixar o suco mais docinho.

Um exemplo são os produtos ricos em potássio, que pode ser danoso para pacientes renais crônicos. Geralmente eles são encontrados na banana, abacate, mamão, melão e uvas, além de grãos como feijão, ervilha e grão de bico, frutas secas e oleaginosas, chocolates e cafés.

O chá de salsa é um dos melhores chás para rins, sobretudo porque a salsinha contém propriedades que ajudam a desintoxicar os rins e a drenar líquidos, reduzindo o inchaço e inflamação.

“Os principais sintomas são a diminuição da quantidade de urina no indivíduo, que deve ser percebida de forma analítica pelo próprio paciente durante sua rotina diária, e a coloração avermelhada, que pode indicar a presença de sangue na urina”, informa Ângela Santos.

Em alternativa poderá beber meia colher de chá de bicarbonato de sódio diluído em 100 miligramas de água mineral. Os sucos de Aloe Vera, ou de limão, feitos com água morna, também são eficazes. No decorrer do dia beba pelo menos 2 xícaras de chá de mirtilo, ou de chá verde. Estes são remédios naturais benéficos.

Por outro lado, o café faz mal para os rins se consumido por pessoas que apresentam qualquer tipo problema renal. Isso acontece porque a bebida é rica em oxalatos, substância que facilita o depósito de cristais e eleva os riscos de se desenvolver cálculo renal.

4 plantas medicinais para aliviar a dor nos rins

  • 1.1 Quebra-pedra.
  • 1.2 Chá de Java.
  • 1.3 Cominho preto.
  • 1.4 Chá verde.

Obesidade - com aumento excessivo de peso corporal, o metabolismo demanda filtragem de sangue maior que o costume, sobrecarregando os rins; Hipertensão arterial - em um organismo saudável, os rins filtram 25% de todo o sangue bombeado pelo coração.

É muito importante ressaltar que, embora a maior parte dos cálculos seja composta de cálcio, NÃO devemos evitar o consumo de alimentos ricos nessa substância. Em outras palavras, o paciente com pedra nos rins pode e de tomar consumir leite e derivados.

A insuficiência renal é reversível quando o problema ainda não se tornou crônico. Assim, em sua fase aguda, a maioria dos pacientes consegue realizar o tratamento e recuperar as funções renais, mantendo uma vida normal a partir daí.

De acordo com a nutricionista Leila Veiga, da clínica Renal Quality, existe uma lista de alimentos com baixo teor de potássio. Entre as frutas, estão abacaxi, acerola, ameixa fresca, limão, maçã, melancia e morango (veja a lista abaixo).

O cálcio também é agente importante na prevenção de pedras no rim, podendo ser obtido com a ingestão de folhas verdes-escuras (couve, chicória, espinafre, rúcula entre outras).

Tomar chá de quebra-pedra, que ajuda a evitar a formação de grandes pedras; Usar bolsa de água quente na região da dor. O calor ajuda a dilatar os canais urinários, facilitando a passagem do cálculo, além de promover o alívio da dor.

Qualquer paciente que apresente déficit na função renal deve evitar o excesso no consumo de alimentos ricos em potássio, como pinhão, batata doce assada, amendoim, canjica, quentão, paçoca, pé de moleque, cural, cuscuz de milho e pamonha.

Morangos são outras frutas recomendadas por especialistas, pois ajudam de perto a desintoxicar e limpar os rins toxinos. Abacaxi, com muita vitamina C e potássio, é outro. Você também pode incluir pedaços de banana, maçã, laranja e pêssego em sua dieta, cujos índices de potássio também são muito vantajosos.

Histórico de doenças cardiovasculares – tais como acidente vascular cerebral (AVC), insuficiência cardíaca, doença coronariana, entre outras; Uso de determinados medicamentos – alguns são potencialmente tóxicos para os rins, principalmente para pessoas que já possuem algum problema renal.