Qual o limite de faturamento por CPF?

Perguntado por: avieira . Última atualização: 24 de abril de 2023
4.9 / 5 7 votos

O limite de faturamento do Simples Nacional, para o ano de 2023, é de R$ 4,8 milhões. Isso quer dizer que as empresas optantes desse regime de tributação podem faturar, em média, R$ 400 mil por mês.

A pessoa física que movimenta acima de 2 mil reais, acumulados durante o mês, terá os seus dados repassados à Receita Federal.

Você pode sim vender como Pessoa Física. Portanto, se você é um produtor digital ou um afiliado, não é preciso ter uma empresa formalizada para realizar suas vendas ou receber seus comissionamentos. Você pode fazer isso pelo seu CPF.

Nessa seção, você deve incluir os valores recebidos na conta corrente, como salários, pensões e aposentadorias. A conta corrente é considerada um depósito bancário. Por isso, na declaração, ela deve ser discriminada na aba “Bens e Direitos”, sob o código “61 – Depósito bancário em conta corrente no País”.

Você pode ter o CPF negativado, o nome na lista da malha fina da Receita Federal e ainda responder por crimes como lavagem de dinheiro, falsidade ideológica, estelionato e atos de corrupção contra a administração pública.

Como saber qual a situação do seu CPF no Serasa e SPC? Para saber se existem dívidas no seu CPF, você deverá consultar a base de órgãos de proteção ao crédito, como Serasa e SPC. No Serasa, basta acessar o serviço de consulta de CPF gratuito e fazer um rápido cadastro.

3. Poupança acima de R$50 mil paga Imposto de Renda? A Poupança é uma forma de poupar dinheiro que é isenta de IR, independentemente do valor aplicado. Porém, fica o alerta sobre a declaração: se você possui mais de R$140,00 de saldo no último dia do ano, você deve informar este dado.

Quem apresenta uma boa pontuação do CPF tem mais facilidades para fazer compras a prazo, pedir empréstimos e conseguir financiamentos. Dessa forma, ficará mais prático realizar sonhos como a compra da casa própria ou do carro e entrar em uma universidade por meio do financiamento estudantil, por exemplo.

Bancos e outras instituições financeiras
De forma semelhante, as operadoras de cartões de crédito também prestam contas por meio da Declaração de Operações com o Cartão de Crédito (DECRED), que é enviada à Receita todo mês que o valor da fatura do cliente ultrapassa R$ 5 mil.

– Declaração de Informações sobre Movimentação Financeira – DIMOF, declaração que traz dados bancários enviadas pelas instituições financeiras. Transações via PIX também são monitoradas, pois as instituições financeiras enviam ao Fisco informações sobre estas operações.

É responsável pela administração dos tributos de competência da União, inclusive os previdenciários, e aqueles incidentes sobre o comércio exterior, abrangendo parte significativa das contribuições sociais do País.

Atualmente, a legislação brasileira é bem clara quanto a isso e a inscrição no CNPJ não é obrigatória para vender pela internet. Isso significa que não existem impedimentos legais para que você crie uma loja virtual e comercialize seus produtos on-line apenas com o seu CPF.

O CPF é para situações individuais, já o CNPJ é voltado para empreendimentos. Caso você queira ter um negócio, a melhor opção sempre será o CNPJ, uma vez que ele permite um crescimento legal, além de benefícios fiscais.

Qual marketplace pode vender com CPF?

  • Amazon.
  • Enjoei.
  • Facebook Marketplace.
  • Mercado Livre.
  • Shopee.
  • OLX.
  • Elo7.

Na hora de fazer a Declaração de Imposto de Renda, a movimentação bancária é um dos dados que precisam ser informados à Receita Federal. Ela inclui depósitos, transferências, saques e pagamentos via PIX.

Mesmo que seja um investimento isento do pagamento de Imposto de Renda, é necessário declarar a caderneta quando o valor aplicado exceder R$ 140.

O Pix é um meio de pagamento que se popularizou no país. No entanto, não é necessário declarar as transações feitas pelo meio.