Quem estuda Direito tem que ler muito?

Perguntado por: acastro . Última atualização: 19 de fevereiro de 2023
4.8 / 5 6 votos

É um dos cursos mais antigos e tradicionais do país. Apesar disto, ainda continua muito atual e não perdeu sua importância. Quem escolhe fazer esta faculdade deve estar preparado para ler muito, pois as disciplinas são bastante teóricas e exigem muita dedicação aos estudos.

A maneira como é o curso de Direito não o torna difícil, mas acaba favorecendo quem gosta de argumentação, leitura e reflexões sobre questões sociais e jurídicas. O aluno que é organizado consegue reduzir a quantidade de trabalho ao estudar todos os dias, em vez de deixar os conteúdos acumularem para as provas.

Segundo a OAB, cerca de 108 mil pessoas se inscreveram para o exame. Bacharéis que prestaram o V Exame de Ordem Unificado da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em São Paulo, neste domingo (30), consideraram a prova "razoável" e afirmaram que a matéria mais complicada foi a de direito constitucional.

O primeiro aspecto que você precisa conhecer o perfil do estudante de Direito. Algumas características importantes são gostar de atualidade, de filosofia e de história. Ter afinidade com essas matérias será facilitador do seu processo de aprendizagem.

O bacharelado concede ao estudante o título de bacharel, ou seja, é o indivíduo que concluiu o curso de graduação. Portanto, o bacharel em direito é profissional que concluiu a graduação em Direito em uma faculdade. Simples assim!

Por exemplo, estudar determinado material até uma data, ler um número de artigos da lei por dia, ter um mínimo de horas de dedicação por semana etc. Em épocas mais atribuladas, como durante o TCC ou na preparação para a prova da OAB, isso é ainda mais importante.

Promotor de justiça
Entre as áreas do Direito, o Ministério Público é um dos órgãos que oferecem as melhores remunerações e planos de carreira. O promotor de justiça é responsável por zelar pelos interesses coletivos e difusos, exercendo um relevante papel social.

Pena será de detenção de até dois anos. O mesmo valerá para o advogado que, estando suspenso, continuar exercendo a profissão.

FORTE CONCORRÊNCIA: Milhares de Bacharéis em Direito são aprovados no exame da Ordem todos os anos em nosso País. Atualmente, existem diversas Faculdades de Direitos em diferentes regiões, aumentando a concorrência no exercício da profissão. 2. INSTABILIDADE FINANCEIRA: Convivo com inúmeros Advogados.

Estas duas últimas tabelas demonstram que, em termos de aproveitamento, a matéria lider é Direito Civil, com a maior nota geral. Já as matérias que apresentaram menor nota geral foram Tributário, Penal e Trabalho.

A melhor idade para se formar em Direito não existe! Se você está no Ensino Médio, é fácil compreender a pressão imposta para a decisão de cursar uma faculdade. Eu sei, eu sei, também já passei por isso. Mas se você sonha em ser um bom advogado ou seguir outras carreiras na área do Direito minha dica é: comece já!

Direito é uma disciplina fácil
Assim, é um curso que vai exigir muito do estudante, principalmente, com relação à leitura. De uma forma geral, os livros são de grande volume e o aluno vai precisar ter em mente todos os códigos civis e tributários ou, pelo menos, saber onde encontrar a legislação.

O curso de Direito realmente é um dos mais concorridos e isso acaba assustando alguns estudantes. Porém, tudo depende de foco. Ter um bom resultado no vestibular ou no Enem é totalmente possível, desde que você se dedique.

As três opções mais comuns de cursos técnicos que viabilizam a atuação direta ou indiretamente na área de direito são: Serviços Jurídicos, Gestão Ambiental e Segurança Pública. + Teste: Você tem perfil para cursar Direito?