Quem fez 50 gols na La Liga?

Perguntado por: amaldonado . Última atualização: 31 de janeiro de 2023
4.8 / 5 10 votos

Messi cobrou e ampliou a vantagem. Aos 74, Adriano lançou o argentino, que bateu para marcar mais um e confirmar o seu oitavo hat-trick no atual campeonato. Cinco minutos depois, Busquets foi derrubado na área e o árbitro assinalou mais um pênalti. Messi cobrou novamente, marcou e fez o seu 50º gol no Espanhol.

Lewandowski, do Barcelona, vai liderando a disputa de maior goleador da competição. LANCE! A La Liga - Campeonato Espanhol - está pegando fogo, e o LANCE! mostra para você quem são os principais artilheiros desta edição.

Há dez anos, o clube conquistou o título naquela que, para muitos, foi a maior edição de LaLiga da história. Nas mãos de José Mourinho e liderado por um estelar Cristiano Ronaldo, o Real Madrid estabeleceu os recordes de pontos (100) e gols (121) em uma temporada.

Disputou 393 jogos e marcou 128 gols pelo São Paulo. Disputou 215 jogos e marcou 72 gols pelo Paris Saint-Germain.

Como jogador, Raí marcou nove gols em 22 Majestosos.

Em 2012, o camisa 10 fez história ao anotar impressionantes 91 gols na temporada, sendo o atleta que mais balançou as redes em um só ano. Vale lembrar que deste montante, 50 gols foram somente na La Liga, o que o deixa no posto de maior artilheiro de uma única edição do nacional.

Em 1959, já campeão mundial, o Rei marcou 126 gols durante a temporada, entre jogos pelo Santos e pela Seleção Brasileira. A FIFA considera esse o maior número de gols marcados por um só jogador em um ano.

Em La Liga o argentino disputou 520 partidas pelo Barça e marcou 474 gols, ultrapassando o recorde de Gerd Muller em torneios nacionais (365 em 427 jogos pelo Bayern). Agora pelo PSG, o argentino tem 16 gols na Ligue 1 em 44 jogos disputados. Ou seja: são 490 gols em competições nacionais de primeira divisão.

Ao longo de suas nove temporadas na LaLiga Santander, Cristiano Ronaldo marcou 311 gols em 292 partidas pelo Real Madrid. Isso faz dele o maior artilheiro da história do clube e o segundo jogador com mais gols na história da competição.

O maior vencedor é o Barcelona, com 31 títulos, seguido pelo Athletic de Bilbao, com 23.

O Real Madrid bateu o recorde de pontos no Campeonato Espanhol. Os merengues golearam o Mallorca em casa por 4 a 1 e garantiram a 32ª vitória em 38 jogos.

O Brasil é a terceira nacionalidade com mais presença na LaLiga 2022/23, depois de Espanha e Argentina. Ao todo, são 22 jogadores nascidos no país.

Ele tinha 57 anos e era pai de seis filhos. Sócrates disputou 297 jogos, marcou 172 gols e venceu três Campeonatos Paulistas (1979, 1982 e 1983) com a camisa do Timão, além de ter sido um dos principais idealizadores da Democracia Corinthiana.

Gerd Müller - 735 gols
Ele atuou entre 1963 e 1981 e é considerado o maior ídolo da história do Bayern de Munique, equipe pela qual marcou 570 gols e conquistou dezenas de títulos (três Champions e quatro Bundesligas só para começo de conversa).

Raí defendeu o Paris Saint-Germain entre 1993 e 1998. Foi capitão da equipe e o cérebro do time durante toda sua estadia. Em sua cinco temporadas jogou 204 partidas e marcou 71 gols. Em 2020, Raí foi eleito o maior jogador da história do clube francês.

Pelo clube do Morumbi, Raí fez 395 jogos, com 128 gols e nove títulos oficiais, entre eles o bicampeonato da Libertadores em 1992 e 1993 e o Mundial de Clubes de 1992.

Raí atuou no PSG entre 1993 e 1998 e conquistou seis títulos. Ídolo também do São Paulo, o ex-meia atuou como executivo de futebol no Tricolor entre dezembro de 2017 e fevereiro de 2021, seu último cargo ligado a um clube.

Raí ficaria mais de um ano parado depois de romper os ligamentos do joelho esquerdo depois de sofrer entrada de Wilson Gottardo. Ele se recuperou e voltou a jogar, inclusive no famoso Majestoso de 1999 em que Dida defendeu dois pênaltis do camisa 10. Raí enfim se despediu dos gramados em 2000.

Também cabe ressaltar que, ao fazer 91 gols em um ano calendário, Messi superou ninguém menos que Gerd Müller e Pelé, que foram os detentores do recorde anteriormente. Em 1972, a lenda do futebol alemão registrou nada menos que 85 tentos durante o ano. O "Rei do Futebol", por sua vez, marcou 75 em 1958.