Como tomar bicarbonato para os rins?

Perguntado por: vmarinho3 . Última atualização: 16 de janeiro de 2023
4.5 / 5 14 votos

É recomendado você iniciar com o consumo de 1 a 2 cápsulas de bicarbonato de sódio 3 vezes ao dia e aumentar de acordo com o nível de bicarbonato no sangue. O objetivo é atingir um nível > 23 mEq/L.

Cuidados ao consumir
Quando consumido em excesso, o bicarbonato de sódio pode causar efeitos colaterais como enjoo, náusea e até vômito.

Tomar água com bicarbonato de sódio alivia os sintomas da azia e má digestão, pois a substância reage com o ácido em excesso no estômago, neutralizando-o. Isso porque o bicarbonato de sódio é um tipo de sal alcalino, ou seja, não é neutro como a água e nem ácido, como o vinagre ou o refrigerante.

Água, chá de salsa e suco de limão são algumas opções naturais para fazer limpeza dos rins. Confira a lista completa!

  1. Hidratação é fundamental.
  2. Chá de salsa.
  3. Uvas.
  4. Suco de limão, laranja e melão.
  5. Algas marinhas.
  6. Alimentos ricos em cálcio.
  7. Chá de hortênsia (Hydrangea paniculata)
  8. Chá de Sambong (Blumea balsamifera)

Beba bastante água — Além de hidratar, a água estimula a circulação sanguínea, o que ajuda a purificar o sangue, além de fazer os rins trabalharem, auxiliando na filtragem do que foi ingerido. Sem contar que água contribui para a formação do bolo alimentar, o que melhora o funcionamento intestinal e regula a excreção.

Para tratar e curar infecções do trato urinário rapidamente, adicione uma colher (chá) de bicarbonato de sódio em um copo de água filtrada e beba uma vez por dia com o estômago vazio. Você pode, também, misturar meia colher (chá) de bicarbonato em um copo de água e beber duas vezes por dia com o estômago vazio.

Se a pessoa tiver predisposição à retenção de líquidos e usar doses altas, o bicarbonato pode provocar edemas. Náusea e vômitos também são sintomas comuns. Pode ocorrer também a diminuição da urina e da absorção dos anticoagulantes.

O Bicarbonato de Sódio é contraindicado para pacientes com alcaloses metabólicas ou respiratórias, pacientes com perda de cloreto causada por vômito ou drenagem gastrintestinal; pacientes com hipocalcemia; durante a gravidez e em crianças menores de 2 anos.

Boa tarde, não. O Bicarbonato não destrói cálculo renal. É importante consultar com um nefrologista para investigar o motivo da formação dos cálculos. Existem medicamentos que podem ser usados para evitar a formação, de acordo com a causa.

O bicarbonato de sódio não é apenas um produto fantástico para ser usado, de maneira ecológica e com eficácia, na ou como item de beleza, mas é também útil na luta contra a artrite reumatóide e as doenças autoimunes, quando consumido de maneira regular (uma colher de chá a cada 4 horas).

Por ser um composto alcalino, o bicarbonato de sódio parece ser capaz de neutralizar a acidez devido ao acúmulo de lactato. Isso faz com que a sensação de fadiga seja amenizada e que o atleta ou o praticante do exercício físico consiga realizar a atividade por mais tempo antes de ficar totalmente fadigado.

Quais as contraindicações do Bicarbonato de Sódio? Presença de edemas, gravidez, alcalose metabólica ou respiratória (excesso de bicarbonato), perda de cloreto causada por vômito ou drenagem gastrintestinal, hipocalemia (diminuição do nível potássio no sangue).

O bicarbonato de sódio tem um efeito rápido e fugaz, mas é um antiácido com efeito sistêmico e por isso não deve ser consumido por um longo prazo.

A mistura do limão e do bicarbonato tem a capacidade de alcalinizar o organismo. O que ajuda, por exemplo, a combater a acidez dos rins quando o corpo não consegue eliminar a quantidade necessária de ácido ou nos casos em que o próprio corpo não produz acidez suficiente.