Em que país foi inventado a sopa?

Perguntado por: oduarte2 . Última atualização: 19 de fevereiro de 2023
4.5 / 5 6 votos

Alguns estudiosos apontam ser da Índia. De qualquer forma, é um sucesso em terras lusitanas (e no Brasil também). A sopa tradicional da Espanha é o gazpacho, elaborada com tomate, pepino, alho, pão e azeite.

Nesse sentido, registros bíblicos narram que os hebreus, no Egito, costumavam preparar a sopa como um alimento base do cotidiano.

Portugal

A origem do caldo verde
As receitas de caldo verde começaram a aparecer no século XV, do outro lado do oceano, em Portugal. O prato, originalmente uma sopa de couve-galega, acabou sendo espalhado pelos países em que o povo português passou. Por isso, o caldo criou raízes em terras brasileiras.

QUEM DISSE QUE SOPA NÃO É JANTA? É janta sim.

Julius Liebig

Se o caldo de carne concentrado é uma invenção de Julius Liebig e teve sua fabricação iniciada em 1857, o nome Knorr ficou ligado principalmente ao caldo de galinha.

Criado pelos índios guaranis, esse prato consiste em um caldo de milho debulhado ou ralado, rico em sabores e temperos. A transformação gastronômica dele, de acordo com uma das versões da história, é mérito do primeiro presidente do Paraguai, Carlos Antonio López.

Feita com água e outros líquidos, além de legumes que também possuem boa quantidade de água, a sopa contribui para a hidratação corporal, o que é fundamental ao bom funcionamento do organismo e redução dos riscos de problemas relacionados à desidratação, como infecção urinária ou ressecamento da pele.

Alimento cultivado e consumido pelos índios, a mandioca foi o primeiro produto da terra que os portugueses conheceram. Essas tribos cultivavam mandioca e aprenderam a fazer pratos como tapioca e farofa. A mandioca também é moída e misturada com migalhas de pão, dando origem a farinha de rosca.

Pizza portuguesa. Essa é outra comida cujo nome engana. A pizza com presunto, ovo, cebola, ervilha e mussarela foi inventada no Brasil — e é um dos sabores mais pedidos em todo o país. Dizem que ela foi criada em uma padaria paulistana na qual trabalhavam imigrantes portugueses, por isso o nome.

Os portugueses foram os responsáveis por trazer ao Brasil a técnica e a combinação do cozido com carnes, que com o passar do tempo e evolução dos costumes, teve o nosso feijão acrescentado.

Feijoada teve origem no século XIX com base em cozido feito por portugueses. Ideia de que a refeição foi criada por escravos não é verdadeira. Costume de comer às quartas e sábados pode ter vindo de hotéis cariocas.

Sopa: geralmente é mais nutritiva, porque é feita com muitos ingredientes (legumes, vegetais, carne, arroz, massa, etc.). É uma boa opção como prato principal. Caldo: é mais leve e com poucos ingredientes, ideal para entradas e acompanhamentos.

Os caldos são pratos típicos da América do Sul, o de feijão, especificamente, tem sua origem no Peru, mas se popularizou por aqui, tanto como saída para os dias frios quanto como acompanhamento para pães e torradas.

A segunda teoria é que a iguaria se difundiu no Brasil com os japoneses, apesar de ter sido desenvolvida pelos chineses.

Dizem que a origem do consumo do caldo de cana entre os brasileiros está ligada à exploração da cana-de-açúcar e ao processo de produção da cachaça no país, que foi aprimorado desde a descoberta do vinho da cana, conhecida como garapa azeda.

As sopas são livres de gordura e ricas em proteína
Realmente, boa parte das receitas tem poucas calorias, visto que são feitas predominantemente com ingredientes leves.

As sopas são ótimas opções de refeições saudáveis para ajudar no emagrecimento, pois são ricas em fibras, vitaminas e minerais, melhorando o trânsito intestinal e o bom funcionamento do organismo, além de terem poucas calorias.

Sim, tomar sopa à noite faz bem! Independente se a intenção é perder peso ou apenas ter uma refeição mais leve, o prato corresponde ao declínio do metabolismo, ou seja, durante a noite o organismo tem o ritmo das funções reduzido.