Como ser craque no basquete?

Perguntado por: vassis . Última atualização: 31 de janeiro de 2023
4.8 / 5 18 votos

Fundamentos como arremesso, controle de bola e condicionamento físico são essenciais para evoluir na modalidade. Para melhorar as habilidades e técnicas e evoluir no basquete, não existe novidade: assim como em qualquer esporte, é preciso muito treino, foco, disciplina e um bom preparo físico.

4 – LeBron James
Inclusive, ele é apontado por muitos como o melhor jogador de basquete da história.

O jogador mais baixo da história da NBA é Muggsy Bogues. Ele atuou por 14 temporadas na maior liga de basquete do mundo, sendo 10 delas somente no Charlotte Hornets. O armador de apenas 1,60m jogou de 1987 a 2001, impressionando a todos os fãs da modalidade por conta da baixa estatura.

Apesar de uma parte dos jogadores ter se iniciado na prática sistemática do basquete muito cedo, dos 5 aos 7 anos, pode-se observar que 59,56% deles se iniciaram na idade recomendada pela literatura, com uma média de idade de 10,7 (2,5) anos de idade.

A iniciação ao basquete pode ser feita desde muito cedo, mas a prática propriamente dita deve ter início a partir dos 6 anos com as escolinhas, sendo apresentado de maneira lúdica.

Use posturas de drible corretas.
Seus joelhos devem estar flexionados e alinhados com os ombros. Você deve jogar um pouco o peso do corpo sobre as pontas dos pés para permanecer móvel. Não fique com os pés colados no chão e com os joelhos juntos. Ao driblar, quique a bola na altura de sua cintura.

Geralmente, bem perto ou acima dos dois metros de altura. E tem lógica. A dinâmica do jogo que tem como objetivo fazer com que a bola chegue ao cesto (que está a 3,05 metros do chão – tanto na NBA quanto na FIBA), faz com que a altura seja determinante para um jogo de força dentro do garrafão.

Ande com a bola até a cesta e ande os dois passos permitidos segurando a bola na sua mão. Pule o máximo possível dando impulso com a planta do pé depois do segundo passo, estenda o braço para o aro e empurre a bola através da rede. Comece fazendo a enterrada com apenas uma mão.

Significado de Craque
Jogador excelente que se distingue dos demais por sua habilidade e talento.

Toronto Raptors

Em 2021, enquanto ainda jogava pelo Timberwolves, não conseguiu liberação de sua franquia para participar dos Jogos Olímpicos de 2020, em Tóquio. Agora no Toronto Raptors, o jogador assinou contrato de um ano com a franquia canadense.

O craque Bo Cruz, interpretado por Juan Alberto Hernangómez Geuer, tem 2,06 metros de altura.

O armador é a posição mais difícil de jogar no basquete e costuma ser chamado de "quarterback do basquete".

O basquete exige de seu atleta força, velocidade, agilidade e precisão, sendo um esporte de intensidades variadas e consumo energético considerável, que se utiliza de rotas metabólicas em predominâncias diferentes, tendo como principal a via anaeróbica.

A infração é marcada se você der mais de dois passos sem bater a bola. Para evitar isso, dê apenas dois passos sem driblar antes de passar ou dar um chute. Você tem direito a mais um passo se você já estiver com um pé no chão ao receber um passe.

Tyrone Curtis Muggsy Bogues

O jogador mais baixo da NBA foi Tyrone Curtis Muggsy Bogues, mais conhecido por Muggsy. Este atleta teve uma história bem diferente nessa liga devido a sua baixa estatura. Tyrone Curtis possuía apenas 1,6 metro de altura. Por isso, chamava atenção ele jogando contra gigantes dentro das quadras da NBA.

Boban Marjanovic

1 Boban Marjanovic
Com 2,24 m de altura, ele é atualmente o jogador mais alto da NBA. Tendo jogado com várias equipes em seus 7 anos na NBA, Marjanovic ganhou muita atenção por sua altura. Jogou ao lado de Kristaps Porzingis no Dallas, que apresentou uma rotação estranhamente alta com os dois em quadra.

Mito. As diferentes modalidades esportivas não aumentam ou diminuem a estatura das crianças e dos adolescentes. As atividades esportivas de intensidade moderada são importantes para a vida saudável da criança.

Um das ideias recorrentes é a de que o basquetebol impulsiona o crescimento. Com os vários saltos baseados na verticalidade, o basquetebol estimularia o crescimento ósseo. Da mesma forma, os sprints repetidos durante o jogo influenciariam positivamente a produção da hormona de crescimento.