É possível alcançar a verdade?

Perguntado por: orocha . Última atualização: 19 de fevereiro de 2023
4.5 / 5 19 votos

Chegar à verdade pode ser mais complexo do que aparente, talvez mesmo impossível dentro da limitada capacidade humana de racionalização. Porém, o interessante é o caminho percorrido em busca da verdade, uma luz que pode iluminar novas tentativas. Para saber mais sobre o assunto.

De acordo com o professor Cristiano Novaes, para os filósofos René Descartes e Immanuel Kant, a verdade enquanto palavra pode ser definida. “A verdade é a correspondência do que está no pensamento com o que existe no mundo, nas coisas. É a adequação do intelecto, do inteligido e das coisas”, disse.

Estabelecemos verdade através de um sistema de valores. Esse sistema de valores passa necessariamente pelo conjunto ético e moral de uma sociedade. Por sua vez, esse conjunto ético e moral de uma civilização, de uma família ou de um indivíduo se constitui na verdade que eles encontraram.

A verdade científica é a verdade assim considerada pela Ciência, através de suas teorias. Verdade, temporária por excelência, é aceita até que venha a ser refutada.

Quanta é a verdade que um espírito suporta, quanta é a verdade a que ele se aventura? – Eis o que sempre foi para mim o genuíno critério dos valores. Toda conquista, cada passo adiante no domínio do conhecimento, tem sua origem na coragem […] pois a única coisa que, por princípio, condenamos até agora é a verdade.”

A verdade não dá explicações, mas faz-se sentir por meio de nossas sensações. É captada pela intuição e se revela na existência para aqueles que amplificam sua percepção. Tudo é expressão da verdade, mas para ser percebida requer nossa atenção e observação.

Aparentemente sim,a certeza depende da nossa propria visão sobre o q seja o ''certo'' no entanto quando pensamos q sabemos tudo,acabamos nao indo em busca de novos conhecimentos por isso a certeza, o ''certo"" sempre vai estar ligado com o fluxo do tempo e das agitaçoes e subsequentes ideias q surgem todos os dias.

Dizer a verdade, embora seja considerada uma virtude, também é considerado um hábito de vida saudável. Cientificamente comprovado, quando somos sinceros com nós mesmos e com as pessoas ao nosso redor, proporcionamos um bem-estar físico e mental.

A comprovação científica é, pois, o ato de (com)provar através de experimentos (evidências, demonstrações) diretos ou indiretos, ou ainda por métodos probabilísticos (demonstrações matemáticas) a veracidade de alguma hipótese ou teoria com base no “método científico”.

A verdade é buscada porque sua informação pode ser utilizada para descobrirmos novas informações verdadeiras. Estas informações nos permitem conhecer a nós mesmos, conhecer a natureza e, eventualmente, alterá-la ou usá-la a nosso favor.

Para Sócrates, existiam verdades universais, válidas para toda a humanidade em qualquer espaço e tempo. Para encontrá-las, era necessário refletir sobre elas. Essa percepção da verdade como alcançável é um fator de diferenciação entre Sócrates e os sofistas.

A origem da palavra verdade possui três fontes distintas: do grego (aletheia), do latim (veritas) e do hebráico (emunah): “Aletheia se refere ao que as coisas são; veritas se refere aos fatos que foram; emunah se refere às ações e as coisas que serão.

Quando há um objetivo maior, uma motivação realmente forte, torna-se algo mágico e motivador, que faz enfrentar tudo e todos e suportar as adversidades. Isso é viver de verdade.

O que fica, certamente, é que a verdade é o próprio Jesus e seus exemplos: amar sem medidas, sem exigir nada em troca. Essa foi a maneira de responder a todos o que realmente é absoluto e universal: o amor.

Existe uma única verdade: a que vem de Deus, que ilumina e liberta, a verdade que nos arranca da escuridão do mal e nos coloca na presença do verdadeiro bem, que é Deus.

As diferentes Verdades

  • A verdade como correspondência. É a mais clássica visão de verdade, que se caracteriza por uma visão realista do mundo. ...
  • A verdade como coerência. ...
  • A verdade como consenso. ...
  • Concepção pragmática da verdade.

As verdades reveladas representam aceitação de algo pelo ato de fé e as verdades alcançadas retratam a verdade pela concepção humana, sendo termos utilizados para compreender a verdade divina e a verdade humana.

Para Platão e Aristóteles a verdade seria a “exata correspondência” de um enunciado com a realidade da coisa por ele proferida. Para Aristóteles, na busca da verdade percorremos quatro degraus fundamentais: Ignorância - estado de completa “ausência de conhecimento” do Sujeito em relação ao Objeto.

Aristóteles afirma que a verdade é a conformidade, a concordância entre a ideia e a coisa e entre a coisa e a ideia. A verdade está na própria coisa, quer dizer, na realidade. A verdade é a concordância da coisa com o conhecimento ou do conhecimento com a coisa.

Entretanto, a única verdade da ciência reside no seu método. Segundo a perspectiva de Luz (1988), a razão é a grande produtora de verdades acerca do conhecimento sobre a natureza e dos seus inúmeros aspectos e peças. Para este autor, a ciência tem a função de ordenar o grande quebra-cabeça cósmico.

Os espíritos são atraídos por vibrações semelhantes às vibrações, sintonias deles”, José Reis Chaves. Ou seja, a partir do momento em que você pensa em se vingar do outro, em desejar o mal para o próximo, você irá atrair espíritos inferiores, que pensam do mesmo modo.