O que fazer quando o saldo está bloqueado?

Perguntado por: aneves . Última atualização: 16 de janeiro de 2023
4.3 / 5 4 votos

O saldo bloqueado não pode ser desbloqueado, nem pelo aplicativo ou central de atendimento. É necessário entender o motivo do bloqueio (junto ao juiz ou responsável). O saldo é desbloqueado só quando o banco receber uma ordem judicial autorizando o desbloqueio.

Correndo tudo bem, o Juiz escreve a decisão e manda realizar o desbloqueio. Aguarda-se o prazo de defesa contra essa decisão e depois vai ao cartório para realizar o desbloqueio no sistema. Só depois disso tudo é que o Banco tem em média até 48 horas para liberar os valores na conta.

Como retirar um bloqueio judicial de conta? O desbloqueio da conta judicial pode acontecer quando é efetuado o pagamento do débito e este é comprovado no processo. Quando acontece, o desbloqueio é solicitado pelo juiz ao Banco Central, que notifica os bancos e instituições financeiras para que liberem os valores.

A imagem de um cadeado ao consultar o saldo do FGTS indica que o valor do Fundo está bloqueado, ou seja, não é possível movimentar o dinheiro depositado na conta.

Benefício bloqueado em conta, o que significa? Quando essa mensagem aparecer, significa que você deve aguardar que o pagamento seja feito na data definida no calendário oficial. Caso a data definida já tenha passado e o pagamento não tenha sido feito, outras razões podem estar ocasionando o bloqueio.

Para retirar o limite, basta ir a Agência de vinculação da sua conta, com seus documentos pessoais e um comprovante de residência e solicitar a alteração da modalidade da poupança.

Bloqueio da poupança social por limite de saldo
Isso significa que ela não pode ter um saldo superior a R$ 3.000. Segundo a Caixa Econômica, a poupança será bloqueada no caso de o saldo ou a soma de todos os depósitos nela exceder os R$ 3 mil duas vezes no período de um ano.

Ter uma parte do dinheiro no “Saldo bloqueado” significa que aquele valor está no caminho para sua conta, mas ainda não foi liberado.

Dinheiro no banco pode ser bloqueado por causa de dívida? Sim. Se houver um processo judicial executando uma dívida, o juiz pode ordenar o bloqueio de dinheiro em contas bancárias do devedor. Isso acontece para forçar o pagamento da dívida.

O ideal é entrar em contato diretamente com o banco para verificar e solicitar o desbloqueio.

O bloqueio judicial de uma conta é uma medida imposta por um juiz, decorrente de um processo relacionado a dívidas não pagas. Esse bloqueio pode ser feito tanto para pessoas físicas como também para jurídicas, a depender da modalidade da dívida.

Somente um pedido formal no processo judicial pode desbloquear a conta bancária. Por isso, apenas a solicitação formal de desbloqueio perante o juiz tem o poder de tirar o bloqueio. O juiz encaminhará para seu banco ou instituição financeira uma ordem judicial para a liberação da conta e dos valores.

Esse valor residual fica bloqueado. Caso o trabalhador desista da opção do Saque Aniversário, ele poderá retornar ao Saque Rescisão a qualquer momento, porém a migração só ocorrerá dois anos após a data da adesão à modalidade anteriormente escolhida.

Tendo conhecimento disso, vale ressaltar que o bloqueio judicial só poderá ser desfeito após nova decisão da Justiça, seja por meio do pagamento do débito, de um acordo de suas partes ou de medida interposta pelo advogado que defende os direitos do devedor.

BENEFÍCIO BLOQUEADO PARA CRÉDITO EM CONTA
De maneira resumida, a notificação do "benefício bloqueado" apenas alerta que o dinheiro do Auxílio Brasil não pode ser movimentado até a data definida para o saque.

Se você foi fazer um saque no caixa eletrônico e o dinheiro não saiu, provavelmente é porque o caixa não está abastecido e as cédulas acabaram, ou pode ter algum problema mecânico/eletrônico com a máquina que a impeça de fazer o seu serviço corretamente.

Como desbloquear o Caixa Tem pelo app

  1. Baixe o aplicativo Caixa Tem (Android ou iOS)
  2. Acesse sua conta com seu CPF e senha.
  3. Na tela inicial, encontre a opção “Liberar Acesso”. Possivelmente será a primeira a aparecer na lista.
  4. Você entrará em um chat com respostas automáticas.
  5. Siga as orientações.

Se você teve sua conta ou bens bloqueados, é preciso entrar em contato com sua instituição financeira para reunir as informações sobre o processo do bloqueio, como a origem da ordem e a vara judicial, o número do processo e o número do protocolo da ordem.