Quais são as três vias energéticas?

Perguntado por: amartins . Última atualização: 28 de janeiro de 2023
4.2 / 5 2 votos

São três processos comuns produtores de energia para a elaboração do ATP: 1) O sistema ATP-CP, ou fosfagênio; 2) A glicólise anaeróbia, ou sistema do ácido lático; 3) O sistema de oxigênio.

As vias metabólica podem ser divididas em cíclicas, que ocorre quando os produtos são consumidos na própria via e o produto final é o próprio substrato inicial, ou linear, possui um substrato inicial e um produto final diferentes, com produtos e substratos que podem ser utilizados em outras reações.

Dessa maneira, a forma de utilização universal de energia celular é conservada em ligações fosfatos da molécula de ATP, a qual é considerada a moeda energética celular. As duas vias metabólicas, aeróbia e anaeróbia, diferem em complexidade.

O que é metabolismo aeróbico? O metabolismo aeróbico utiliza o oxigênio para remover a energia da glicose e a armazena em uma molécula biológica chamada trifosfato de adenosina (ATP).

Utiliza glicose (glicogênio muscular) como fonte principal de energia para síntese de ATP a nível citoplasmático, sem a necessidade de oxigênio; Aeróbio (oxidativo): fonte eficiente de energia com grande capacidade e duração. Nesse sistema reside o famoso ciclo de Krebs e o sistema transportador de elétrons.

O anabolismo refere-se ao processo que constrói moléculas complexas a partir de moléculas simples, consumindo energia para isso. Já o catabolismo é o conjunto de reações envolvidas na degradação ou quebra de moléculas complexas em moléculas menores. Esse processo geralmente fornece energia para o organismo.

O metabolismo pode ser dividido em: Anabolismo: Reações químicas que permitem a formação de moléculas mais complexas. São reações de síntese. Catabolismo: Reações químicas para a degradação de moléculas.
...
Saiba mais, leia também:

  • Metabolismo.
  • Anabolismo e Catabolismo.
  • Metabolismo Celular.
  • Reações químicas.
  • Bioquímica.
  • ATP.

A última etapa da respiração celular é a fosforilação oxidativa, sendo essa etapa a maior produtora de ATP.

A ATP (adenosina trifosfato) é a principal molécula carreadora da energia química utilizada nas mais diversas reações que ocorrem nas células. Ela funciona como um depósito de energia, acionado quando necessário para a realização de alguma reação.

ATP é uma sigla usada para indicar a molécula de adenosina trifosfato (Adenosine TriPhosphate). Essa molécula constitui a principal forma de energia química, uma vez que sua hidrólise é altamente exergônica.

As principais fontes de energia do Brasil, atualmente, são: energia hidroelétrica, petróleo, carvão mineral e os biocombustíveis, além de algumas outras utilizadas em menor escala, como gás natural e a energia nuclear.

Existem cinco tipos de energia na natureza: térmica, elétrica, mecânica, radiante e química. Cada uma é responsável por uma ação diferente, como a realização de movimento, a produção de trabalho e o envio de luz para casas, prédios e estabelecimentos comerciais.

  • Energia Elástica.
  • Energia Potencial Gravitacional.
  • Energia Química.
  • Energia Elétrica.

A respiração aeróbica é aquela em que há participação do oxigênio e pode ser dividida em três etapas: a glicólise, ciclo de Krebs e a fosforilação oxidativa. Quando falamos em respiração, logo imaginamos a entrada de oxigênio e a saída de gás carbônico pelas nossas vias respiratórias.

a respiração aeróbica: que acontece na presença de oxigênio; a respiração anaeróbica: ou seja, sem oxigênio.

A respiração celular anaeróbica ou anaeróbia se trata da obtenção de energia a partir de reações químicas sem o envolvimento do oxigênio, como ocorre na fermentação e na glicólise. A energia, que é o produto final dessas reações, é proveniente da molécula de ATP, adenosina trifosfato.