Qual é a fórmula da hipotenusa?

Perguntado por: abittencourt . Última atualização: 19 de maio de 2023
4.5 / 5 10 votos

O teorema de Pitágoras determina que o quadrado da medida da hipotenusa (c2) é igual à soma dos quadrados das medidas dos catetos (a2+b2). Portanto, a fórmula do teorema de Pitágoras é c2=a2+b2.

Chamamos de hipotenusa o maior lado do triângulo retângulo, que fica oposto ao ângulo reto, e os demais lados são conhecidos como catetos. O teorema de Pitágoras diz que a soma do quadrado dos catetos é sempre igual ao quadrado da hipotenusa.

O Teorema de Pitágoras é um dos assuntos mais aplicados na matemática, principalmente em problemas da Geometria e Trigonometria. O teorema serve, sobretudo, para relacionar os lados de um triângulo retângulo – figura geométrica plana composta por um ângulo reto (90°) e outros dois ângulos agudos (menores que 90°).

Quando a hipotenusa de um triângulo retângulo for 64 centímetros e uma de suas projeções medir 16 centímetros, qual será a medida do cateto adjacente da projeção? Solução da questão: b² = a . m b² = 64 · 16 b² = 1024 b = raiz de 1024 b = 32 centímetros. Resposta: O valor do cateto adjacente será 32 centímetros.

Geralmente, para encontrar a área de uma figura basta multiplicar a base (b) pela altura (h). Já o perímetro é a soma dos segmentos de retas que formam a figura, chamados de lados (l).

Considere um triângulo retângulo em que os catetos medem a e b e a hipotenusa mede c. O teorema de Pitágoras determina que o quadrado da medida da hipotenusa (c2) é igual à soma dos quadrados das medidas dos catetos (a2+b2). Portanto, a fórmula do teorema de Pitágoras é c2=a2+b2.

Desse modo, em um triângulo retângulo, os catetos são os lados que formam o ângulo reto, ao passo em que a hipotenusa é o lado oposto ao ângulo reto. A fórmula do teorema de Pitágoras é c² = a² + b².

O teorema de Pitágoras afirma que em um triângulo retângulo, a soma dos quadrados dos dois lados menores é igual ao quadrado do lado maior (a hipotenusa). Podemos aplicar o teorema para encontrar o lado desconhecido de um triângulo retângulo, mesmo quando o comprimento desconhecido for um dos lados menores.

Com isso, podemos enunciar o Teorema de Pitágoras: O quadrado da hipotenusa é igual à soma dos quadrados dos catetos.

O teorema de Pitágoras diz que o quadrado da hipotenusa é igual à soma dos quadrados dos catetos. Podemos utilizar esse teorema para facilitar o cálculo da diagonal de um quadrado e altura de um triângulo equilátero (triângulo com os lados iguais).

Usando o método de Perigal
Considerando um triângulo retângulo ABC, este método consiste em construir quadrados nos lados do triângulo, e dissecar estes quadrados, para chegar verificar a expressão algébrica do Teorema de Pitágoras. Esta é uma das formas que mais deixa explicito a questão geométrica do Teorema.

R.: A hipotenusa desse triângulo mede 10 cm.

Qual é o perímetro de um triângulo retângulo cujo o valor da hipotenusa é de 5 cm e o valor da base desse mesmo triângulo mede 4 cm? 3 cm.

Pode-se usar o Teorema de Pitágoras: a2 + b2 = c2. Ou c = raíz quadrada de (2 + b2) ou b = raíz quadrada de (c2 - a2). Uma terceira fórmula tem a seguinte definição com relação a altura em c: h² = p*q. A área de um triâgulo-retângulo é facilmente calculada como (cateto * cateto)/2.

O perímetro do triângulo corresponde a soma de todos os lados dessa figura plana. Lembre-se que o triângulo é um polígono (figura plana e fechada) que possui três lados. Assim, para calcular o perímetro do triângulo basta somar as medidas de seus lados.

O cálculo da área do triângulo isósceles não se difere em relação à área dos outros triângulos, então, ela é calculada pelo produto entre a base e a altura dividido por 2.

O lado oposto ao ângulo de 90º é chamado de hipotenusa e os outros dois lados são chamados de catetos.

O produto das medidas dos catetos é igual ao produto da hipotenusa pela altura relativa à hipotenusa, ou seja: b * c = a * h .