Quais hormônios regulam o metabolismo energético?

Perguntado por: abotelho . Última atualização: 28 de janeiro de 2023
4.3 / 5 13 votos

Os hormônios tireoidianos desempenham importante papel no metabolismo energético, pela regulação do funcionamento do tecido adiposo, estando relacionados principalmente com mudanças de peso corporal (33).

Os hormônios que têm sua secreção alterada pelo exercício e que podem interferir nos componentes da síndrome metabólica são: o hormônio do crescimento, as catecolaminas, o glucagon, a insulina, a endorfina e, em alguns casos, a leptina.

Por apresentarem ações opostas às da insulina (LAGER, 1991), o glucagon, a epinefrina, o GH e o cortisol são referidos como hormônios contra-reguladores (SOUZA et al. 1996). A insulina é um hormônio que suprime a produção hepática de glicose através da inibição da glicogenólise (IKEZAWA et al.

O metabolismo pode ser dividido em: Anabolismo: Reações químicas que permitem a formação de moléculas mais complexas. São reações de síntese. Catabolismo: Reações químicas para a degradação de moléculas.
...
Saiba mais, leia também:

  • Metabolismo.
  • Anabolismo e Catabolismo.
  • Metabolismo Celular.
  • Reações químicas.
  • Bioquímica.
  • ATP.

Os hormônios T3 e T4 estão relacionados, de maneira geral, com a regulação do metabolismo no organismo.

E os principais hormônios do corpo humano são: hormônio do crescimento (GH), antidiurético (ADH), tiroxina (T4), adrenalina, glucagon, insulina, estrogênio, progesterona, prolactina, testosterona.

Principais hormônios para o emagrecimento

  • Hormônios da tireoide. Entre os principais hormônios para o emagrecimento estão os da tireoide, que se relacionam diretamente com o metabolismo do corpo. ...
  • Cortisol. ...
  • GH entre os hormônios para o emagrecimento. ...
  • Grelina. ...
  • Leptina. ...
  • Insulina é um dos hormônios para o emagrecimento.

Glucagon ajuda a quebrar carboidratos e gorduras
O glucagon ajuda a quebrar os carboidratos e gorduras armazenados e os usa como energia. Por isso, os níveis altos desse hormônio ajudam a emagrecer. Alimentos ricos em proteínas e pobres em carboidratos são a melhor maneira de aumentar os níveis de glucagon.

São eles:

  1. Adrenalina. Responsável pela liberação de glicose no sangue e pelo aumento da taxa metabólica, a adrenalina é liberada durante a atividade física para que o corpo esteja apto na resposta que os exercícios irão provocar. ...
  2. Endorfina. ...
  3. Noradrenalina. ...
  4. Hormônio do crescimento. ...
  5. Serotonina.

As catecolaminas são responsáveis pelo aumento da taxa metabólica, liberando glicose e ácidos graxos no sangue. A adrenalina liberada durante o exercício físico está na medida certa para dar ao corpo a preparação necessária para aguentar a intensidade da atividade física.

Nesse caso, os principais reguladores empregados são as auxinas, giberelinas, citocininas, etileno e alguns retardadores ou inibidores de crescimento, visando aprimorar processos desde a produção assexuada de mudas por estaquia, até a indução artificial de florescimento e desenvolvimento de frutos.

2. Regulação da atividade hormonal

  • 2.1. Controle Neural. ...
  • 2.2. Controle Hormonal. ...
  • 2.3. Regulação por nutrientes ou íons.

Os principais hormônios produzidos pela adeno-hipófise são o hormônio tireotrófico (TSH), que regula as atividades da glândula tireoide; o hormônio adrenocorticotrófico (ACTH), que regula o córtex das suprarrenais; o hormônio folículo estimulante (FSH), que atua no crescimento dos folículos nos ovários e ...

No metabolismo energético os hormônios estão envolvidos na regulação da glicose sanguínea de forma direta (com os níveis de insulina e glucagon) e indireta (hormônio de crescimento, adrenalina e tiroxina) mais detalhes sobre o comportamento hormonal serão relatados no decorrer dessa revisão.

Os principais processos envolvidos no metabolismo energético da célula são a fotossíntese e a quimiossíntese, que produzem matéria orgânica a partir de substâncias inorgânicas simples, e a respiração aeróbia, a respiração anaeróbia e a fermentação, que liberam a energia contida nos alimentos orgânicos.

O metabolismo energético é definido como o conjunto de reações químicas que se processam no organismo. Essas reações liberam energia que permitem o funcionamento do nosso corpo. Metabolismo é o conjunto de reações químicas que se processam em um organismo.

O TSH não é fabricado pela tireoide, mas está relacionado ao funcionamento dessa glândula. Produzido na hipófise, o TSH estimula a tireoide a produzir os hormônios T3 e T4 e a sua alteração é um importante indicativo de que o metabolismo não está em harmonia.

O hormônio tireoidiano é necessário para o desenvolvimento normal dos tecidos cerebral e somático nos fetos e recém-nascidos e, em todas as idades, regula o metabolismo de proteínas, carboidratos e gorduras. T3 é a forma mais ativa na ligação ao receptor nuclear; T4 tem somente atividade hormonal mínima.

Os hormônios também influenciam a maneira pela qual o organismo utiliza e armazena a energia e como ele controla o volume de líquidos e os níveis de sais e glicose (açúcar) no sangue.