Quantas vezes devo se regar a videira?

Perguntado por: emodesto . Última atualização: 16 de janeiro de 2023
4.2 / 5 8 votos

As videiras necessitam anualmente de, em média, 500 milímetros (mm) de água para que as folhas possam promover a fotossíntese e as uvas amadureçam. Sob temperaturas mais quentes, essa média de precipitação sobe para 750 mm a 1.200 mm, já que a evaporação dos solos e a transpiração das folhas aumentam.

Durante a época das chuvas, deve-se aplicar ao redor do da videira cerca de 100 gramas do NPK formulação 20-05-20 para o crescimento e desenvolvimento da planta. Após essa aplicação de NPK, a adubação foliar pode ser resumida apenas ao fertilizante de crescimento aplicado 1 vez a cada 15 dias.

Todo ano, após a poda produção, deve ser feito uma adubação de produção, ou seja, é preciso dar nutrientes para que a videira produza mais cachos. Essa adubação deve ser feita utilizando-se o NPK granulado formulação 20-05-20 no pé da planta.

O que devo fazer? Para garantir a longevidade e equilíbrio da videira, várias práticas de manejo são importantes, com destaque para a adubação e a poda de produção. A parreira não é muito exigente em nutrientes, logo é suficiente a adição de adubo orgânico de boa qualidade (composto orgânico) duas vezes por ano.

As videiras necessitam anualmente de, em média, 500 milímetros (mm) de água para que as folhas possam promover a fotossíntese e as uvas amadureçam. Sob temperaturas mais quentes, essa média de precipitação sobe para 750 mm a 1.200 mm, já que a evaporação dos solos e a transpiração das folhas aumentam.

— Os meses ideais para a poda da parreira, poda seca ou poda de inverno são julho e agosto, principalmente agosto em ano como este, onde tivemos oscilações bastante bruscas de temperaturas (como a última semana que passou com calor de verão), que expõe a planta a um risco maior de brotação antecipada.

As irrigações deverão ser realizadas periodicamente de acordo com as condições do solo. No primeiro ano recomenda-se regar duas vezes por semana, atentando para não causar déficit ou excesso de água.

Luminosidade e temperatura ideais para o pé de uva se desenvolver bem. A maioria das variedades de uva aprecia um clima mais ameno, que fique entre 10ºC e 19ºC. No entanto, caso esteja em uma região mais quente, escolha a variedade americana. A planta precisa de sol pleno entre seis e oito horas por dia.

Dilua 100 ml de leite em 1 L de água. "Borrifando nas folhas, essa água com leite atuará como fungicida. O líquido possui vários sais e aminoácidos e seu uso torna as plantas mais resistentes e evita o aparecimento de bichos causadores de doenças. Se aplicada no substrato, servirá como fertilizante", explica Gabriela.

A videira necessita de podas de formação e de produção, mantendo o equilíbrio entre o vigor da vegetação e a frutificação. A poda deve ser realizada anualmente, quando a plantação estiver em repouso, o que ocorre durante o inverno, ou então, quando surgirem as primeiras brotações nas pontas dos ramos.

Essa dupla poda nada mais é do que desviar a produção da videira para o inverno, para esse momento onde há menos chuva e se consegue obter sanidade maior, além de um período de maturação mais prolongado. São programadas duas podas. Uma primeira dos galhos da videira em setembro que é a poda de formação.

O processo da videira gerar frutos é demorado, que envolve alto custo. A produção de um vinhedo demora cerca de três anos desde o plantio, para uvas de qualidade destinadas ao vinho. Já a plena produção, com uvas de qualidade superior, requer pelo menos cinco anos.

Esse nome curioso representa o líquido adocicado que sai da planta ao cortar os ramos. Isso acontece quando as raízes estão ativas e absorvendo água do solo e, como ainda não há folhas para retê-la, é eliminada ao cortar os ramos. Ressaltamos que esse é um processo natural e não prejudicial ao plantio.

Fase da lua: Muitos produtores aguardam a lua minguante ou nova de agosto, para realizar as podas da videira, quando a maior parte da seiva estaria na parte baixa da planta, evitando que a planta “chore” (perca seiva) e enfraqueça.

A poda de formação no sistema espaldeira é praticamente igual à realizada no sistema latada. O broto principal da planta deve ser despontado quando chegar ao primeiro arame da espaldeira, sendo que as duas brotações novas devem ser conduzidas uma para cada lado, ou, escolher somente uma para condução unilateral.

As principais doenças da videira causadas por fungos são míldio, oídio, ferrugem, declínio, antracnose e requeima.

Medidas de prevenção devem ser utilizadas, como: não utilizar solo da área infestada para a produção de mudas; não plantar em áreas com histórico de ocorrência da praga; fazer o revolvimento do solo, expondo os insetos aos raios solares; realizar calagem profunda e adubação equilibrada; em focos, isolar áreas ...

Segundo esses autores, a estratificação (3 a 5 °C) por intervalos de 60 a 90 dias é o método mais utilizado para a quebra de dormência da semente da uva. Porém, esse tratamento raramente promove a germinação de todas as sementes, ficando a média em torno de 50% (Ellis et al., 1983).